Wastewater Treatment and Reuse

pro05-01.jpg


Caudal de tratamento:
  • 3 X 700 m3/dia (30 m3/h)
  • 7000 Hab.eq. (considerando cerca de 100l/Hab.eq/dia)
  • Efluente doméstico
Objetivo de tratamento:

Descarga no meio hídrico e compatível com a reutilização para a rega de espaços verdes.

Linha de tratamento:
  • Estação elevatória (2 GEB submersíveis)
  • Tamisagem de sólidos ( tamisador parafuso 3 mm)
  • Equalização/ homogeneização/
  • Tratamento biológico e separação sólido/líquido em Reactor MBR ( EK400 R2 X 4)
  • Tratamento das lamas em excesso (sistema de desidratação)


proj3-05.jpg


Na Etiópia, as Autoridades de Água e Saneamento de Addis Abeba (A.A.W.S.A) abriram concurso internacional para a conceção/projeto/execução de equipamentos eletromecânicos para ETARS, localizadas nas regiões de Kilinto, Deginet, Bole Bulbula, Mekanisa e Karakore.

A solução teria que garantir uma qualidade de água tratada de elevada qualidade e sem contaminação microbiológica, uma vez que teria de ser reutilizada na agricultura, dado ser um setor de sustentabilidade das populações e outras aplicações.

O caudal de água residual total a tratar previsto seria os 10 mil m3/dia. A tecnologia MBR foi a eleita devido à elevada qualidade de água tratada que era exigida.
Embora a altura a que se situam as Etars relativamente ao nível do mar ter um desnível de cerca de 2200 m, o que implica em processos de sistemas de arejamento/biológicos um incremento em cerca de 20% de energia elétrica foi a opção dos decisores/ Autoridades Etíopes assumir esse incremento de energia, mas ficar garantida a reutilização e assim salvaguardada a saúde pública.

Ficou também decidido a construção 5 Etars sendo que os efluentes tratados de qualidade seriam partilhados por várias populações.

Foi criado um consórcio com um construtor local que ficou com a responsabilidade da construção civil ao pormenor de todos os trabalhos do projeto da MAA.

Três ETARS estão concluídas e em funcionamento, 1 está em fase terminal de conclusão e o arranque que deverá acontecer até final de 2017, uma última que por dificuldades construtivas, deverá ficar finalizada no primeiro trimestre 2018.



header-project-2-1280x853.jpg


Com uma capacidade de tratamento de cerca de 50 metros cúbicos/dia, a míni ETAR usa tecnologia Biorreator de Membranas (MBR), possibilitando tratar e reutilizar a água na rega de espaços verdes, lavagem de ruas, viaturas e na agricultura.

A Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR), localizada no bairro do Palmarejo, irá servir para tratar parte dos efluentes da zona, nomeadamente resíduos líquidos provenientes de esgotos, industriais e redes pluviais.

A ETAR irá servir de modelo “para sensibilizar, informar e educar a população para reutilização dos efluentes como possibilidade de minimização dos problemas associados à escassez da água em Cabo Verde.”

Na fase inicial, as águas serão utilizadas apenas para irrigação dos espaços verdes da cidade da Praia, mas é intenção das autoridades cabo-verdianas massificar o uso desta tecnologia para que as águas tratadas possam ser usadas na agricultura.


CONTACTS

Moinhos Água e Ambiente

Your partner in technologies and solutions for water treatment.

(+351) 252 857 925

www.moinhosambiente.com

geral@moinhosambiente